Matt Walker
389,684 views • 2:17

Geralmente, quando estamos doentes, queremos apenas ficar encolhidos na cama e dormir. Em parte, o que estamos tentando fazer é dormir bem, porque existe uma associação muito íntima entre a saúde do sono e a saúde imunológica.

[Dormindo com a Ciência]

Sabemos que indivíduos que relatam menos de sete horas de sono por noite têm uma chance quase três vezes maior de serem infectados pelo rinovírus, também conhecido como resfriado comum. Também sabemos que mulheres que dormem cinco horas ou menos por noite têm quase 70% mais chances de desenvolver pneumonia. E descobrimos que o sono pode desempenhar um papel no sucesso da imunização.

Num estudo, um grupo de participantes teve o sono limitado a quatro horas por noite durante seis noites, enquanto outro grupo teve a noite inteira de sono em cada uma das noites. Durante esse período, os participantes tomaram a vacina contra a gripe, e foi avaliada a resposta a essa vacina. Descobriu-se que aqueles indivíduos que dormiam apenas quatro horas por noite passaram a produzir menos de 50% da resposta normal de anticorpos. Em outras palavras, se você não dormir o suficiente na semana ou nos dias anteriores à vacina contra a gripe, isso pode tornar a vacinação muito menos eficaz.

Isso nos diz, e estamos começando a aprender, que, durante o sono, na fase profunda do sono NREM, recarregamos nosso sistema imunológico. Estimulamos a produção de vários fatores imunológicos.

Além disso, o corpo aumenta a sensibilidade a esses fatores imunológicos. Então você acorda no dia seguinte mais imune e vigoroso.

Portanto, quando se trata do sistema imunológico, talvez você deva considerar o sono uma das melhores apólices de seguro-saúde que você poderia desejar.